fbpx
Pular para o conteúdo

Quais os princípios da Arquitetura Sustentável?

Quais os princípios da Arquitetura Sustentável?

Henrique Martins

27/Jun | Leitura 3min

Arquitetura Sustentável - Profissionais

Existem princípios básicos que o Arquiteto profissional deve seguir para realizar um bom projeto e atender as necessidades básicas de uma edificação, assim como atender as expectativas do seu cliente, e é muito comum confundir esses princípios básicos com os da arquitetura sustentável.

Fazer uma análise do terreno e do seu entorno, verificar variáveis climáticas do local, atender as demandas básicas dos recursos essenciais e respeitar o meio onde será construído, são premissas básicas para uma arquitetura satisfatória.

A arquitetura sustentável tem, além dessas, outras diretrizes na busca por uma construção ecologicamente correta, mas que também promova o desenvolvimento sociocultural e principalmente seja economicamente viável para quem a financia.

Para nos aprofundar em algumas das diretrizes de um projeto sustentável esses são alguns dos princípios da arquitetura sustentável:

  • ANÁLISE DO TERRENO E O SEU ENTORNO

Verificar a inclinação, o tipo de solo e o ambiente em que se encontra, nos mostra além da visão básica e técnica para edificar um empreendimento no local, uma visão sustentável, onde temos inúmeras possibilidades, como adaptar a construção às irregularidades do terreno, aproveitar elementos já existentes no local, posicionar as janelas para um melhor enquadramento da paisagem, deixar livre a maior área permeável possível, etc;

  • VARIÁVEIS CLIMÁTICAS LOCAIS

O estudo do clima local e suas variáveis anuais fazem com que a arquitetura aproveite os passivos naturais a seu favor, como sol, vento e umidade, para por exemplo, adequar a posição dos quartos, janelas, aberturas de ventilação natural, entre outros elementos arquitetônicos que, quando bem posicionados, podem favorecer o conforto dos moradores e reduzir o consumo energético e de água;

  • FOCO NA NECESSIDADE E FUNCIONALIDADE

Dentro das premissas de sustentabilidade se encontra também o ambiente funcional, que atende as necessidades de quem o utiliza, ou seja, o projeto deve ser pensado na rotina, se adaptando estrategicamente onde for necessário para atender as necessidades que os clientes possuem em suas tarefas e deveres diários; 

  • EFICIÊNCIA EM TODO PROCESSO

Desde o desenvolvimento inicial do projeto até a entrega da obra, cada passo deve ser pensado e planejado para atingir os objetivos no menor prazo, com o melhor resultado, sem sair das expectativas e das condições do cliente, pois não há sustentabilidade sem eficiência e respeito;

  • AUTONOMIA DE RECURSOS

Toda edificação tem como necessidade básica ser suprida com fornecimento de energia, água e com a coleta de resíduos (lixos, águas cinzas e negras), por isso é tão importante a busca pela autonomia hídrica, visando a redução do consumo de água potável (exemplo de solução: aproveitamento de água da chuva) pela autonomia energética, buscando a redução do consumo de energia (exemplo de solução: geração fotovoltaica e aquecimento solar), pela autonomia na gestão de resíduos, buscando o descarte adequado para cada tipo (exemplo de solução: reciclagembiodigestores e mini etes);

  • MÉTODOS CONSTRUTIVOS

A técnica que será utilizada na construção é um dos fatores que mais geram impactos ambientais, por isso um projeto que busca a sustentabilidade deve ser pautado em alternativas que evitem desperdício de matérias primas, reduzam a geração de resíduos de obra, utilizem materiais e elementos naturais e evitem uma grande logística para o fornecimento.

Os princípios ainda são muitos, e não caberiam em um único artigo, mas é fundamental que tanto quem pretende construir, quanto os profissionais do mercado da construção, entendam a importância de se preocupar com estes pontos no desenvolvimento de um projeto.

Os fundamentos sustentáveis são importantes para todos os estilos de arquitetura, pois tem como propósito a preservação do ecossistema em que vivemos, provendo formas de conviver em harmonia com o planeta.

Posts Relacionados

Quer receber mais conteúdos incríveis como esse, de graça?

Inscreva-se para receber nossos conteúdos por e-mail e ficar ligado no mundo da arquitetura sustentável.